quinta-feira, 19 de julho de 2012

O Ar Condicionado.

Classificação: Brrrrrr.......

Olha qu'isto é que é uma vida, nem no Verão consigo ter os pés quentes.
Dizem que lá fora está demasiado quente e dizem também que é uma sorte ter A/C em casa porque as boas ventoinhas já não são que eram. E eu páro a conversa precisamente no "ter sorte", ao mesmo tempo que lhes prego um tabefe na face esquerda. Chamam-me felizarda quando nem SONHAM o sofrimento que passo entre estas quatro paredes.
Passo então a explicar: o meu pai é uma morsa. É grande como o bicho e gosta de viver em glaciares. E como é o chefe aqui da aldeia (e nem lhe ocorre que tanto eu como a mãezinha temos fraca figura e que lidamos mal com o frio), acha-se no pleno direito de diminuir o termóstato conforme lhe apetece, a ver se sente no rosto os ventos da Patagónia. Cá anda, então, a menina a gelar o rabinho, com estalactites no buço e a tentar encontrar um pedaço da casa que esteja com uma temperatura mais amena e primaveril. Que é, normalmente, o congelador. É para verem.
Agora com licença, tenho de ir ao mercado comprar peixe para alimentar o animal. E também apanhar uma valente constipação.

5 comentários:

  1. Ahahahah!!! Já dizem os velhos sábios (aqui nas beiras): "Nunca se diga que está bem!"

    ResponderEliminar
  2. Não sei o que será pior, se isso, se o calor que tem estado :)

    ResponderEliminar
  3. No meu caso acontece o contrário se o A/C está ligado de forma a estar muito fresco , ou muito quente (inverno), o meu pai põe as mãos no comando e regula a temperatura adequada ao próprio

    ResponderEliminar
  4. ahahahah eu sofro desse mal no trabalho. É a luta constante entre os encalorados e os friorentos - até fotos enviamos a demonstrar o estado de espirito - congelados até aos cabelos. Felizmente o meu pai não aderiu a essas modernices :)

    ResponderEliminar