terça-feira, 9 de outubro de 2012

A língua japonesa.

Classificação: Mauuu Maria!


Bem, aqui a petite decidiu armar-se em autodidacta e começar a aprender japonês. Pois, quando me bate, bate logo forte e feio e ecoa até aos antípodas. Normalmente também passa rápido, que o meu empenho e disciplina são assim subnutridos, mas isso logo se vê. I'll keep you posted.
Comecei ontem. E assim, nuns vinte a trinta minutos, fiquei a saber dizer umas quantas saudações, casuais e formais, e os números de 1 a 100. "Wow", né? Eu própria fiquei tão extasiada com o progresso, aos pulinhos e com taquicardias que fiquei com insónias outra vez. Oh vida.
Hoje lá me debrucei outra vez sobre o estudo - a mãezinha não sabe se há-de ficar contente ou se me ponha o termómetro debaixo do braço -, e entre outras coisas fui ver dos dias da semana... e do mês. Se por um lado pareceu-me estranho haver um capítulo dedicado aos dias do mês, por outro lado achei que ia ser canja; então quem sabe contar até 100 sabe contar até 31 no pior dos casos. Mas nãaaaaaao, claro que isto do japonês não podia ser fácil para sempre e eu teria de me aborrecer.
Só para vos deixar o exemplo: o número 1, numérico, assim normal, entoa-se itchi.
Agora, se for o dia 1 de um mês.................................... já é tsuitatchi.

??? Qu'ésta porra?!

E o 2 que passa de ni para futsuka?? Parecidíssimo também, não é? Sou um miado fofinho e agora PIMBA, sou um passe de futebol.
Não admira que os japoneses pareçam sempre tão zangados. Devem levar anos a acertar com a gramática.

Ira-ira, suru! (ou "tou irritada pa' caraças 'tou!").

2 comentários:

  1. Ahahah tas tramada! Aposto que é bem mais complexo do que imaginamos! Mas vá, boa sorte com o curso :)

    ResponderEliminar